Dicas

Cuidados com o colchão para quem tem animais em casa

Embora compartilhar alguns móveis com seu bichinho de estimação apresente vários benefícios diferentes e aumente os níveis de satisfação e felicidade, como já apontaram alguns estudos, é inegável que os pelos deixados para trás se tornam rapidamente um incômodo. Caso você compartilhe seu colchão com um amigo de quatro patas sem tomar precauções, as chances são de que o item fique coberto de pelos dentro de uma semana. 

Para algumas pessoas, isso não será apenas algo irritante para lidar: os pelos serão responsáveis por provocar reações alérgicas. No entanto, certos cuidados com o colchão podem ajudar a minimizar o impacto que isso causa em sua saúde. Com um pouco de preparação, você poderá compartilhar seus móveis com seu animal de estimação sem se preocupar com os problemas associados a todo esse excesso de pelo. Quer dizer… não só relacionados aos pelos.

COLCHÃO LIVRE DE PELOS – Colchões têm a reputação de serem difíceis de limpar. No entanto, a realidade é que a maioria deles é realmente fácil de limpar. E o melhor: leva apenas alguns minutos para limpar a maioria dos pelos de animais. Uma das maiores dificuldades nesse sentido é que, muitas vezes, se você joga outros itens afetados por pelos diretamente na máquina de lavar, eles só são transferidos para outros objetos ou não saem completamente. 

Antes de lavar os lençóis e as fronhas, passe um aspirador neles enquanto ainda estão esticados sobre a cama. Em seguida, pegue os itens e sacuda bastante para arrancar qualquer fio solto. De preferência, faça isso do lado de fora da casa. Esse mesmo método pode ser usado em roupas para impedir que os pelos de animais sejam transferidos para outros objetos ou enxoval de cama. Após aspirar e agitar os itens, um pano úmido pode ser usado para ajudar a remover os pelos restantes. 

Após essas três etapas, você pode colocar a roupa de cama na máquina de lavar sem se preocupar com a propagação dos pelos. Enquanto ela estiver sendo lavada, passe o aspirador sobre toda a superfície do colchão, tomando cuidado para contemplar todas as pequenas fendas que podem estar escondendo alguns pelos. Se ainda encontrar, você pode usar um pano ligeiramente úmido ou um rolo de algodão para obter os últimos fios. Tenha cuidado se você optar por usar um pano úmido, pois não deseja que a cama fique tão úmida ao ponto de não secar quando a roupa de cama estiver pronta para retornar. 

 
PLANO ALTERNATIVO – Como muitas coisas na vida, a maneira mais fácil de lidar com os pelos dos bichinhos em seu colchão (ou em outros móveis da casa) é evitar que isso aconteça em primeiro lugar. Para algumas pessoas, isso significa nunca permitir animais de estimação em camas, sofás e futons. Contudo, para aqueles que simplesmente não conseguem resistir a ficar longe de seus amigos de quatro patas, existem alguns truques que podem ser usados para evitar que os pelos caiam. 

Sempre que possível, cubra sofás e cadeiras com um lençol fino antes que o animal tenha a chance de se sentar ou deitar neles. Pense bem: um lençol coberto por pelos pode ser lavado e reutilizado sem que você precise se preocupar com a sujeira que teria permanecido no móvel ou em suas roupas. Por outro lado, essa opção não funciona muito bem em um colchão. 

 
Na maioria das vezes, os pelos de animais que acabam em seu colchão, roupas e móveis não chegam lá diretamente do animal. Eles caem do animal e flutuam pela casa, parando no chão e se agarrando a tudo. Esse problema não pode ser resolvido estabelecendo um lençol e requer uma abordagem mais direta para ser eficaz. 
 
A princípio, um bom recurso é estabelecer uma rotina de limpeza, digamos, uma ou duas vezes por semana, em que você terá tempo suficiente para varrer e aspirar completamente todos os cômodos que tenham pelos de animais. Ao limpar regularmente, você observará uma diminuição gradual na quantidade de pelos que se agarram pela casa. É especialmente importante manter áreas como seu quarto e sala de estar livres de pelos. Logo, considere limpar esses cômodos com mais frequência.

 
Outra maneira de impedir a queda de pelos de animais é escovar o bichinho regularmente, usando uma escova projetada especificamente para ajudar a acelerar esse processo. Elas funcionam removendo os pelos soltos do animal antes mesmo que eles possam se espalhar no colchão ou nos móveis.  

XIXI, FEZES E ODORES – Se seu animal de estimação fez xixi no seu colchão, você precisa limpá-lo rapidamente! O pior é quando a mancha se instala e você é lembrado da bagunça toda vez que muda de lençol. Use uma toalha ou papel toalha para secar o colchão. Certifique-se de manter a toalha ou papel sobre o local do acidente até que não esteja mais levantando líquido, pois isso ajuda a garantir que removeu o máximo possível. 

Misture sabão em pó com água fria e coloque em um frasco de spray. Pulverize levemente a solução de limpeza sobre a área afetada. É importante não encharcar a área para que o colchão seque facilmente. Após a aplicação, deixe a solução repousar de dois a cinco minutos e use uma toalha limpa ou papel toalha para absorvê-la. 

Se necessário, repita o processo. Dependendo da mancha, pode levar entre duas ou três aplicações para limpar completamente a área. Se um cheiro ou mancha persistir, use bicarbonato de sódio. Você pode polvilhar uma pequena quantidade de bicarbonato de sódio no local. Deixe o bicarbonato de sódio descansar por algumas horas e depois aspire. Dê tempo ao seu colchão para arejar e secar. Depois de seco, você pode colocar os lençóis de volta nele.

Se o “presente” deixado no local for fezes, antes de começar o processo de limpeza, retire o material abandonado com luvas de borracha ou sacolas plásticas. Talvez, você precisará usar um detergente enzimático para neutralizar odores. Como os animais de estimação têm um olfato aguçado, eles continuarão a urinar no mesmo local se houver um odor persistente que sinalize que é uma área sanitária sancionada.  

Colocar no colchão uma capa protetora à prova d’água também ajudará (e muito) você na missão de manter o produto limpo e livre de odores desagradáveis. Agora, acima de tudo, esteja de olho na saúde do seu pet – de carrapatos a doenças. Além de trazer outros desafios para seu colchão, isso poderá prejudicar também a sua saúde.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *