Durma melhor

15 perguntas essenciais na hora de escolher um colchão

1. Qual é a importância de saber a densidade do colchão? Como ela é medida?

A densidade do seu colchão influencia diretamente no conforto e aconchego sentido no repouso do corpo, definindo quão firme será a sua sustentação durante o descanso. Colchões de densidade menor são indicados para pessoas com altura e peso menores, já os de maior densidade para quem tenha uma estrutura corporal mais robusta ou que tenham preferência por colchões mais firmes.

Assim, quando pensar na escolha da densidade do colchão, relacione ao seu peso e altura, pois são com essas informações que, por meio de uma tabela de acordo com normas estabelecidas pelo INMETRO, você chega ao nível de densidade ideal para o seu biotipo, onde esse valor varia de D18 até uma densidade ≥D65.

A definição dessa densidade é dada basicamente pela quantidade de matéria prima utilizada por metro quadrado na formulação de cada espuma, já a contestação desta mistura é feita em nossos laboratórios com tecnologia de ponta. Após a finalização de cada bloco de espuma resgatamos uma pequena parte para testes de densidade, resistência e qualidade, somente após todos os devidos procedimentos o bloco de espuma poderá ser utilizado na formulação de nossos colchões.

2. Qual é a principal diferença entre os colchões de mola e espuma?

Cada vez mais conseguimos encontrar no mercado novos tipos de colchões com as mais variadas tecnologias, entretanto as que já estão consolidadas e que continuam entregando o melhor tipo de conforto são os de molas e espuma.

Na maioria das vezes a indicação de colchões de espuma é feita para pessoas que dormem sozinhas ou para parceiros que possuem um biotipo próximo, ou seja, peso e altura bem parecidos, pois a densidade não é variável e caso essa diferença seja grande, um dos parceiros será prejudicado e não terá um bom descanso no dia seguinte.

Quando a procura é por um colchão de espuma, é importante ressaltarmos que cada densidade é indicada para um biotipo, segue abaixo um resumo de como deve ser feita esta escolha:

D18: ideal para recém-nascidos e crianças até 3 anos;

D23: pessoas de até 60 kg;

D28: pessoas de até 80 kg;

D33: pessoas de até 100 kg;

D45: pessoas de até 150 kg.

Vale lembrar que esta é a indicação feita pelo INMETRO e que não há problema em escolher uma densidade um pouco maior do que aquela indicada para o seu perfil. O contrário, entretanto, nunca é indicado.

Quando falamos de colchões de mola, temos tecnologias que fazem com que essa diferença de biotipo seja corrigida, como é o caso do molejo Bonnell (Prolastic), as molas que formam esse molejo tem desenho bicônico, isso faz com que sua resistência seja progressiva, ou seja, quanto maior a pressão exercida sobre o colchão maior será o retorno. Corrigindo a questão de biotipos diferentes, por isso a indicação e procura de colchões de molas para casais é cada dia maior.

Além das tecnologias que cada tipo de molejo pode fornecer aos usuários, na maioria dos colchões de mola também é inserido camadas de espumas para gerar um conforto especial e atender a todos os gostos.

3. O que define se a pessoa deve escolher um colchão de mola ou o de espuma?

O colchão de espuma possui densidades bem definidas, o que indica que este tipo de colchão deve ser utilizado apenas por uma pessoa ou um casal de biotipos bem próximos um do outro, caso contrário um dos usuários não terá o tão sonhado sono reparador. Os colchões de molas já possuem tecnologias capazes de adaptar seu nível de conforto ao usuário, sendo elas, resistência progressiva ou conforto individual as mais utilizadas.

Essas duas definições já indicam um bom caminho, porém algumas outras observações podem ser feitas, como por exemplo, o próprio histórico individual que faz adquirir um gosto pessoal, então se passei meus últimos 10 anos dormindo em um colchão de molas, terei uma certa dificuldade de adaptação superável ou em graus mais elevados não superável, por isso é recomendável sempre visitarem uma loja física e testar os modelos recomendados para seu biotipo e de seu parceiro, antes de confirmarem a compra.

4. O que é uma camada de conforto?

A camada de conforto é um conjunto de materiais responsáveis por compor o aconchego do seu colchão, que trabalham em perfeita sincronia para distribuir da melhor maneira a pressão exercida pelo corpo em repouso por toda a superfície do colchão.

Para ser ainda mais especifico, a camada de conforto é a segunda camada de seu colchão, esse espaço cria um ambiente de estabilidade para a coluna e dá o devido suporte aos pontos de pressão do corpo. A camada de conforto pode ser formada por molas, espumas e o conjunto de molas + espumas, cada formação da camada de conforto é destinada a um público especifico.

5. Todos os colchões tem a camada de conforto?

Sim, pois diferente de qualquer outra superfície onde o seu corpo possa repousar, o propósito básico de um colchão é entregar aconchego e suporte, independente da posição que você possa estar. E a camada de conforto é parte essencial para se alcançar essa finalidade.

6. Existe mais de um tipo de camada de conforto? Se sim, quais são e o que os diferencia um do outro?

O colchão precisa combinar diferentes camadas, que variam de acordo com o propósito do produto escolhido. Em sua grande maioria, pode se encontrar duas camadas de conforto, sendo estas: matelassê e estofamento.

O matelassê compõe o conforto e estética do seu colchão, entregando personalidade para ele, desde a sua cor até toque agradável, sendo o primeiro nível de conforto. Em alguns colchões se tem a opção de adicionar uma camada extra de conforto nesse revestimento, conhecida como pillow.

Já o estofamento comporta o segundo nível de conforto e que define a durabilidade e o nível de suporte do colchão, de acordo com a tecnologia da espuma escolhida e conforto pretendidos.

7. Quantas camadas deve ter um colchão? Qual a função de cada uma delas?

Um colchão deve ter ao menos três camadas, sendo elas: matelassê (responsável pelo primeiro nível de conforto e identidade do colchão), estofamento, onde está a zona de conforto, um ambiente onde receberá seu copo e manterá o devido alinhamento da coluna (segundo nível de conforto) e suporte (base que garante a integridade e durabilidade de todas camadas anteriores).

8. Existem vários tipos de molas de colchão (ensacadas, bonnel, verticoil, miracoil, superlastic e LFK). Quais são as características de cada mola? Quais são as suas vantagens e desvantagens? Para quem são indicadas? 

Dentre as tecnologias que envolvem os tipos de molas para colchões, disponíveis atualmente no mercado, a Probel trabalha com as seguintes modelos:

Molas Pocket |Sistema de molas ensacadas individualmente, o que evita ruídos desagradáveis. Ao todo são 196 molas por metro quadrado, proporcionando um suporte de peso de até 270 quilos no molejo. Cada mola é confeccionada em aço carbono temperado, o que torna o molejo ainda mais resistente.

Por serem ensacadas individualmente, não há a transmissão de movimento entre as molas ao deitar, restringindo-se ao ponto de contato do corpo com cada mola isoladamente. A grande vantagem é que ele consegue se adaptar ao corpo de cada pessoa que deita nele, permitindo melhor alinhamento da coluna com o quadril se encaixando no colchão enquanto o colchão preenche as curvaturas do corpo. Isso resulta um sono tranquilo e relaxante para todo mundo. Até porque, quando um dos usuários se movimenta, o outro não sente.

Molejo Fio Contínuo Entrelaçado | O Sistema de Molejo de Fio Contínuo Entrelaçado tem esse nome justamente pelos fios entrelaçados diagonalmente para formar pontos de sustentação interligados, que trabalham de acordo com a pressão exercida pelo corpo, como um grande sistema de molas.

Isso oferece resistência e maior durabilidade do seu colchão. Esse sistema é formado por um conjunto de 203 molas por metro quadrado. Seu grande diferencial é a estabilidade e maior suporte proporcionado pelo colchão. Colchões com esse tipo de tecnologia são muito utilizados na rede hoteleira, devido a sua firmeza e durabilidade.

Molejo Mira-Coil |Desde o seu lançamento, o MIRA-COIL tem sido considerado como o molejo mais inovador já desenvolvido no mundo. Utilizando a mais moderna tecnologia de formação, é o molejo ideal para os colchões de alto padrão e qualidade.

O molejo MIRA-COIL é construído através do processo de fio contínuo de arame. Esse “Design do Futuro” proporciona o máximo em superfície de conforto, distribuição de peso, uniformidade de suporte e alinhamento corporal.

Ao todo, esse fio contínuo de aço de carbono forma um conjunto de 195 molas por metro quadrado. Para reforçar, esse sistema ainda conta com dois aros de 4,1 milímetros de bitola em aço carbono, sendo um na parte superior e outro na parte inferior das molas, o que garante a reputação de ser o molejo mais resistente do mercado.

Molejo Bonnell Prolastic |O mais tradicional dos molejos da Probel, as Molas Bonnell Prolastic contêm fios de aço temperado que são interligados por um fio de arame em espiral com formato bicônico. Esse arame é de aço com carbono temperado, com um formato desenvolvido para oferecer resistência progressiva, ou seja, quanto maior a pressão sobre o colchão, maior a sua resistência.

Esse molejo tende a ser mais firme, parecido com o molejo das molas ensacadas. É um sistema altamente flexível e ao mesmo tempo firme.  Ligadas entre si, elas proporcionam muita maciez e estabilidade no molejo. As molas bonnell proporcionam mais flexibilidade para você descansar com mais conforto. O colchão com Molejo Bonnell Prolastic é formado pelo conjunto de 164 molas por metro quadrado.

Molejo Bonnell Prolastic Light | Bem parecido com o Prolastic, o molejo Bonnell Prolastic Light conta com molas em formato bicônico, ligadas entre si, que proporcionam muita maciez e estabilidade no molejo.

A tecnologia de aço carbono temperado e formato bicônico foi desenvolvida para oferecer resistência progressiva, ou seja, quanto maior a pressão sobre o colchão, maior a sua resistência. As molas bonnell proporcionam mais flexibilidade para você descansar com mais conforto.

O que diferencia o Prolastic do Prolastic Light é a quantidade de molas e o suporte de peso do molejo. O sistema light forma um conjunto de 141 molas por metro quadrado e suporta 220 kg, enquanto o outro, com 164 molas por metro quadrado, suporta 430 kg no molejo.

Sistema Duplo Molejo |O sistema Duplo Molejo une dois sistemas: O primeiro, com 228 minimolas Pocket por metro quadrado, ensacadas individualmente com tecido de alta resistência para não gerar ruídos e distribuir o peso do corpo de maneira uniforme. Este não gera movimento para a outra pessoa ao lado, proporcionado mais conforto e estabilidade para um sono mais relaxante.

Além das minimolas Pocket, o Duplo Molejo também soma um segundo conjunto de molas: o sistema Molejo Bonnell Prolastic, com uma estrutura com 164 molas por metro quadrado, que proporciona uma resistência progressiva de acordo com a pressão exercida sobre o colchão.

9. Também é possível encontrar diferentes tipos de espuma para colchões (viscoelástica, viscoelástica gel, látex, HR, hiper soft, convencional, memosense). Quais são as características positivas e negativas de cada um? Essas espumas são recomendadas para quem?

O estofamento comporta o segundo nível de conforto, sendo ele o que define a durabilidade e o nível de conforto do seu colchão, de acordo com a tecnologia da espuma e aconchego pretendidos, dentre elas trabalhamos com as seguintes:

Viscoelástica | Conhecida também como espuma de memória ou espuma da Nasa, apresenta grande propriedade de resiliência, conseguindo assim retornar naturalmente à sua forma e volume iniciais depois de aplicada alguma pressão em sua superfície. Devido à sua elasticidade exclusiva, se adapta perfeitamente de acordo com o peso colocado.

Por ser um material inteligente, alcança um apoio ideal para coluna e pescoço, eliminando ponto de pressão que poderiam interferir na qualidade de seu sono e, após o uso, retorna a sua forma inicial quase que instantaneamente. Podendo ter ou não ter cristais de gel termorreguladores, agem na correção da temperatura de seu colchão, mantendo a temperatura do colchão estável.

Por manter o corpo totalmente estável e não promover o suporte progressivo ou a ação massageadora, faz com que a corrente sanguínea não seja muito bem aproveitada. Indicada para qualquer biotipo.

Látex | Perfeitamente ecológico, tem um alto nível de conforto, é um produto hipoalergênico, sem a presença de produtos tóxicos para o corpo humano e antialérgico, evita a proliferação de ácaros e bactérias em seu colchão. Amigo da natureza, os colchões produzidos com o látex são mais duráveis, saudáveis e confortáveis, oferecendo um suporte progressivo: quanto mais pressão o corpo realiza, mais consistente é o apoio entregue pelo colchão. Cooperando na circulação sanguínea e melhorando o descanso durante o sono. Infelizmente é um material de valor agregado alto e não está acessível a todos. Indicado para todos os biotipos.

High Resilience (HR) | O termo High Resilience (HR) indica a espuma com maior capacidade elástica e de recuperação â sua forma original após aplicado um peso sobre a mesma, no caso de colchões, o corpo em repouso. Unindo toque aveludado e durabilidade, essa espuma conta com tecnologia de ponta e densidade 45, sendo capaz de distribuir seu peso de uma melhor forma. Prevenindo assim dores e oferecendo uma maior durabilidade aos nossos produtos. Indicado para todos os biotipos.

Látex Flex Cup | A lâminas látex flex cup são compostas por um sistema revolucionário de corte que entrega um natural efeito massageador, revitalizando por completo o seu corpo durante o sono. Em forma de pequenos copos (são cerca de 256 copos por m²), combate dores musculares e em suas articulações. Favorecendo a circulação sanguínea, distribui uniformemente a pressão e realiza um melhor ajuste de sua coluna, independente da posição.

Seu design inovador, se adapta à todos os contornos do corpo e ainda entrega a melhor ventilação por meio dos canais de ar entre os copos. Durante o seu sono e com os movimentos involuntários do corpo, esses canais de ar produzem uma circulação constante, criando assim o microclima ideal para o seu sono – com regulação de temperatura e umidade.

Quando comparadas às espumas tradicionais, a manta de látex flex cup apresenta alta resiliência, um excelente nível de conforto, oferecendo um suporte progressivo: quanto mais pressão o corpo realiza, mais consistente o apoio é entregue pelo colchão

Com esse suporte progressivo, colchões de látex auxiliam na melhor distribuição de peso, reduzindo a pressão em partes sensíveis do corpo, como vértebras e articulações, contribuindo com a circulação sanguínea. Desta forma, o corpo consegue atingir um estado de maior relaxamento, garantindo a recuperação do cansaço do dia-a-dia.

É um produto hipoalergênico, sem a presença de produtos tóxicos para o corpo humano e antialérgico, que evita a proliferação de ácaros e bactérias em seu colchão. Amigo da natureza, as lâminas látex flex cup produzidas com o látex são mais duráveis, saudáveis e confortáveis.

Manta de látex | Excelente opção quando se trata de suporte em pillow top, a manta de látex e látex com gel infused são produzidas a partir do processo Dunlop, responsável por criar um látex de longa duração e sensação de conforto firme. Com a presença de gel em sua composição, propicia melhor ventilação, conforto, suporte e menor acúmulo de calor em seu uso, melhorando a qualidade de sono enquanto o corpo se movimenta durante o repouso em sua superfície.

10. De quanto em quanto tempo o colchão deve ser trocado?

A vida útil de um colchão pode variar de acordo com os itens que o compõe e as variadas tecnologias utilizadas, desde tecidos, espumas, molejos e suportes. No entanto, o recomendável é que depois de cinco ou seis anos, considerando também o zelo do cliente e circunstâncias do ambiente onde está disposto o colchão. Essa vida útil se dá, especialmente, por conta do cuidado necessário.

Na sua utilização cotidiana, o produto vai acumulando poeira, impurezas e principalmente suor, que em média são liberados cerca de 0,3 e 0,5 litros de suor por noite, sendo que algumas pessoas são mais propensas a transpirar especialmente em regiões tropicais.

A faixa de tempo de vida útil dos colchões é limitada pelas tecnologias, cuidados, clima e também por razões de cada indivíduo, se atentar a esses cuidados e a troca no momento indicado ameniza possíveis problemas de saúde respiratórios e alergias. 

11. O que deve ser feito para garantir a durabilidade do colchão?

A primeira coisa a se fazer é ainda durante a compra, observar o suporte de peso adequado para o produto, isso se faz necessário pois cada produto é desenvolvido para ser adequado a um biotipo, caso utilize um produto que tenha um nível diferente do indicado, comprometera a vida útil do seu produto.

O segundo cuidado é com a manutenção do colchão, é recomendado que a cada 30 dias seja feito o giro do colchão e caso o produto seja dupla face, alternar a cada 30 dias entre virar e girar. Atenção com os derramamentos de líquidos em produtos não impermeabilizados, caso aconteça prejudicará a vida útil do produto. 

Um terceiro e último cuidado a ser tomado é a pressão demasiada em um único ponto do colchão, como sabemos o peso deve ser distribuído sobre o produto, sentar nas bordas para assistir televisão por exemplo, deve ser evitado.

12. O que prejudica a durabilidade do colchão?

O descumprimento de qualquer uma das regras acima, além de observar o ambiente e condições climáticas onde o produto ficará exposto. Assim, evitar lugares extremamente úmidos, muito quentes ou que tenham excesso de luz do Sol, influenciará na durabilidade do seu colchão.

13. Como escolher entre os tamanhos de colchão (solteiro, viúvo, casal, queen size e king size)?

Escolher o melhor colchão que se adequa às necessidades do uso cotidiano é essencial, sendo necessário levar em conta aquele que vai melhor se ajustar no cômodo escolhido, favorecendo o ambiente e a utilização do mesmo. O mercado conta com opções que vão desde o tradicional colchão de casal até o prático beliche. As características de cada um são:

Solteiro padrão | Dimensões de 0.78×1.88m ou 0.88×1.88m, indicado para pessoas que dormem sozinhas e que não tenha tanto espaço disponível no ambiente para camas e colchões maiores.

Solteiro extra | Dimensões de 1.00×2.00m, também voltado para quem dorme sozinho, mas que pode investir em um colchão que demanda mais espaço do ambiente.

Casal padrão | Dimensões de 1.38×1.98m, adequado para casais que dividem o mesmo quarto e não estejam procurando tanto espaço de sobra na hora de seu descanso.

Queen size | Dimensões de 1.58×1.98m, utilizado para casais que optam por espaço um pouco maior que o casal padrão.

King size | Dimensões de 1.93×2.03m, o colchão com maior espaço dentro dos padrões do mercado, é adequado para quartos com grandes proporções e para quem goste de bastante conforto e liberdade no repouso, estando sozinho ou acompanhado.

14. O que é um colchão ortopédico? Por que ele é diferente dos colchões normais? Quem precisa desse tipo de colchão?

A algum tempo atrás acreditava que o termo ortopédico era dado a colchões de nível de conforto extra firmes, nessa situação o termo era correlacionado de forma erronia. Hoje já sabemos que o correto significado deste termo é diretamente ligado ao correto alinhamento da coluna, ou seja, não sendo extremamente macio e também não tão pouco extra firme, não dando auxilio ao suporte correto da coluna ou aos pontos de maior pressão do corpo, sendo por exemplo, quadril e ombros.

Ainda é importante tomar cuidado com esse termo nem todos os fabricantes corrigiram a termologia e pode acontecer equívocos durante essa busca.

15. Qual é a melhor maneira de testar o colchão antes de comprá-lo?

Levando em conta todos os tópicos apresentados, além de garantir um maior conhecimento e segurança na hora de adquirir um novo colchão, beneficiará sua escolha dentre as variadas opções que se tem no mercado. Mais além, na hora de testar o colchão, o mais indicado é o conhecido Teste dos 15 Minutos, onde o cliente pode deitar-se das mais diversas formas e sentir o conforto que o colchão pode entregar, sendo uma faixa de tempo indicada para que o corpo possa relaxar e ser recebido pela superfície do produto.

4 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Deprecated: Directive 'track_errors' is deprecated in Unknown on line 0