Mulher negra deitada em uma cama, com fones de ouvido, relaxando.
Durma melhor,  Saúde

O que é ASMR e como ele pode afetar seu sono?

Nós vivemos em um mundo on-line e estamos conectados o tempo todo, recebendo uma série de informações. Querendo ou não, essa prática pode interferir — mesmo que inconscientemente — em diversas áreas da nossa vida, inclusive naquele momento tão aguardado ao final do dia: o de dormir. 

Dados divulgados pela pesquisa Mapa do Sono dos Brasileiros apontam que 65% de um total de 2.635 entrevistados, entre homens e mulheres maiores de 18 anos, têm baixa qualidade de sono. Mas será que existem formas de resolver essa situação? Uma das possibilidades é a relação entre o ASMR e o sono.

Ficou curioso para descobrir o que é ASMR, caso você ainda não conheça, e como isso pode melhorar a qualidade das suas noites? Siga com a leitura até o final!

Origem do ASMR

A sigla ASMR tem origem do inglês, representando a frase Autonomous Sensory Meridian Response. Em tradução livre para o português, o significado de ASMR é Resposta Sensorial Meridiana Autônoma.

Qual o poder do ASMR sobre nosso corpo? Ele refere-se a uma experiência agradável de parestesia, sensações cutâneas subjetivas que são vivenciadas espontaneamente sem a necessidade de uma estimulação física ou formigamento em alguma região do corpo, como na parte de trás da cabeça ou do pescoço. 

Tudo isso como resposta a alguma experiência sensorial que, no caso do ASMR, é comumente gerado por meio da audição ou da visão.

Foto de um fone de ouvido sob um notebook.
ASMR ocorre por meio de uma experiência sensorial.

Benefícios do ASMR

Por falar em benefícios, um estudo realizado pelo departamento de Psicologia da  Universidade de Sheffield e pela Universidade Metropolitana de Manchester, em 2018, parou para escutar diversos relatos subjetivos sobre pessoas que assistem a vídeo de ASMR, buscando um auxílio para dormir melhor.

Entre as vantagens do ASMR, de acordo com os entrevistados, os pesquisadores elencaram os seguintes pontos:

  • Regula a emoção
  • Reduz a frequência cardíaca
  • Promove sentimentos de afeto positivo
  • Exalta a conexão interpessoal
  • Relaxa o corpo e cuida da mente
  • Combate o estresse
  • Diminui a ansiedade

A pesquisa foi denominada como “More than a feeling: Autonomous sensory meridian response (ASMR) is characterized by reliable changes in affect and physiology” (Mais do que um sentimento: resposta sensorial autônoma do meridiano (ASMR) é caracterizada por mudanças confiáveis no afeto e na fisiologia, em português). O que fortalece a ideia de dissipar o ceticismo que ainda ronda o ASMR, que eles acreditam que deve ser explorado por outros estudos.

Menino deitado na cama, com as pernas cruzadas, com um fone de ouvido. O semblante dele é de uma pessoa calma.
Os efeitos do ASMR na rotina ainda estão sendo aprofundados pela ciência.

ASMR vs. sono

Como comentado no começo deste texto, vivemos em um mundo on-line que acaba interferindo até mesmo na qualidade do nosso sono. 

Um dia estressante no trabalho, as provas da faculdade, problemas pessoais… diversas são as situações que resultam em momentos de ansiedade e até mesmo dores físicas, como na lombar e na cervical, que podem te impedir de dormir tranquilamente.

Como já vimos, se há um efeito possível ocasionado pelo ASMR é o de relaxamento, o que acaba influenciando até mesmo na frequência cardíaca na hora de dormir, indicando que aquele é um momento de se desligar e tranquilizar a mente.

Por esse motivo, o ASMR tem sido muito utilizado por aquelas pessoas que possuem dificuldades em adormecer e que não veem valor na técnica de contar carneirinhos, cujos efeitos são semelhantes ao da musicoterapia.

Dicas de ASMR

Esse fenômeno foi ganhando tanta popularidade com o tempo que acabou se tornando um boom na internet. 

No âmbito digital, é possível encontrar uma série de produtores de conteúdos voltados para o tema, responsáveis por criar e publicar vídeos e áudios de ASMR, a fim de incentivar os benefícios dele.

Normalmente, as pessoas que gravam ASMR fazem uma voz pausada e baixa, às vezes até sussurram. Além desse segmento, há temáticas que envolvem outros estímulos sonoros, como manusear objetos com texturas diferentes.

Imagem de mão folheando um livro perto de um microfone.
ASMR pode ir desde o manuseio de objetos até barulhos advindos da natureza.

Abaixo, listamos alguns exemplos de canais no YouTube e de podcasts que produzem conteúdos, caso você queira sentir na prática os efeitos do ASMR:

Sweet Carol – YouTube

Com mais de 473 milhões de visualizações, o Sweet Carol, da ASMR artist Mariana Carolina Rossi, como ela mesma se define, tem como foco “resgatar sorrisos perdidos” por meio da Resposta Sensorial Meridiana Autônoma.

De acordo com a descrição do canal, a intenção primordial é inspirar e trazer leveza a quem assiste aos vídeos publicados com “muito amor e simplicidade”.

Por lá, você vai encontrar desde ASMR que trabalham ruídos, até mesmo, encenações, como no vídeo em que a Carol conversa com você como se ambos estivessem em uma clínica de SPA.

Musicalm – YouTube

Ainda no YouTube, outra opção de canal voltado para ajudar no relaxamento, só que dessa vez apenas com trilhas sonoras, é o Musicalm

Ele foi fundado pelo Léo, um músico e produtor que decidiu que a plataforma seria o espaço ideal para compartilhar composições que ajudassem a reduzir ansiedade, depressão, insônia, estresse, entre outros distúrbios.

Seja na hora de meditar, estudar ou refletir, acessar o Musicalm e se deliciar com as composições, além de admirar as imagens de belas paisagens selecionadas pelo Léo, pode te ajudar.

Bella Barpp ASMR – Podcast

Agora, coloque os fones de ouvido para aproveitar o podcast Bella Barpp ASMR, que oferece uma experiência imersiva de calma e descanso.

A criadora do programa tem apenas 20 anos, é youtuber e streamer de conteúdos de ASMR para dormir profundamente e compartilha no Spotify diversos áudios com as mais variadas temáticas.

No entanto, aqui vale uma alerta: o ASMR não deve substituir um tratamento medicinal indicado para problemas com insônia. Se você desconfia que exista algo de errado com o seu sono, procure a ajuda de um especialista o quanto antes.

Além disso, por precisar de um computador, uma TV ou um celular, o ASMR acaba ocasionando uma excitação cerebral e uma exposição luminosa que pode atrapalhar o seu sono, ao invés de ajudar.

Então, caso você queira se aventurar nessa experiência, já sabe: nada de manter a tela muito próxima a você ou de tornar essa prática algo definitivo e suficiente!

Do contrário, problema nenhum se deixar embalar, em determinadas noites, por trilhas sonoras, como ASMR de chuva.

Gostou de conhecer um pouco mais sobre o ASMR e a relação entre ele e o momento de dormir? Continue acompanhando o blog da Probel para conferir outras curiosidades e temáticas relacionadas a uma boa noite de sono.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Deprecated: Directive 'track_errors' is deprecated in Unknown on line 0