Imagem de um lençol sendo dobrado, em cima de uma cama.
Casa e decor,  Colchões,  Durma melhor,  Saúde

Descubra qual o melhor tecido para roupa de cama

O verão já está aí e isso pode ser sinal de sofrimento para muitas pessoas. A maioria delas não consegue ter uma noite tranquila de sono enquanto sente o corpo transpirar por conta da alta temperatura, por exemplo. E as roupas de cama podem intensificar o calor na hora de dormir. Tudo vai depender dos tipos de tecidos que elas são compostas.

Em outras estações do ano, como no inverno, fazer uma boa escolha também é importante. Pensando nisso, neste texto, você vai poder conferir qual o melhor tecido para roupa de cama — de acordo com as suas preferências, é claro. Boa leitura!

Algodão

Vamos começar pelo famoso lençol de algodão. Possivelmente, esse é um dos tecidos para roupa de cama mais tradicionais da indústria têxtil. 

Toda essa popularidade não é por acaso. Ele possui características que o tornam macio e podem até colaborar com inibição de alergias, fatores que fazem com que seja um dos mais procurados nas lojas de cama, mesa e banho.

Além disso, os lençóis de algodão têm bom custo-benefício. Eles são perfeitos para as temporadas de altas temperaturas, pois possuem propriedades térmicas naturais que impedem que o corpo aqueça demais, ainda que esteja calor.

Lençol de algodão egipcio 

Além do algodão, há ainda o lençol de algodão epipcio. Essa opção é ideal para quem busca conforto e sofisticação. Colhida à mão, essa fibra extralonga e fina pode ser transformada em roupa de cama graças às propriedades climáticas favoráveis do Egito advindas da ausência de chuvas e um sol forte.

Os lençóis egípcios oferecem uma excelente circulação de ar entre as tramas, tornando-se ainda mais frescos. Além disso, são resistentes e duráveis. Bem conservada, a peça pode durar muitos anos.

Cetim

Extremamente brilhoso e macio, o cetim é um dos tecidos para roupa de cama mais procurados por quem quer luxo e um visual impressionante. Afinal, eles possuem uma áurea própria e são bem lisinhos!

Imagem de uma mulher deitada na cama, com os cabelos soltos, em um lençol de cetim.
O cetim é brilhoso e costuma chamar a atenção.

A fabricação é feita a partir do algodão ou da seda (você vai saber mais sobre ela em breve), sendo um investimento recomendado para todas as épocas do ano.

No caso do cetim de algodão, ele tem uma trama solta e maleável, portanto, é macio, nobre e aconchegante. É confortável em todas as épocas do ano, sendo um ótimo investimento. 

Já o cetim de seda possui um conjunto de fios mais fechados, o que interfere na questão do conforto em dias quentes, ainda que ele continue brilhante, liso e elegante. Dessa forma, guarde essa opção para as estações mais frias.

Uma curiosidade interessante e que tem se popularizado entre as mulheres, especialmente, são as fronhas e as toucas para cabelo de cetim, pois elas absorvem a hidratação do cabelo, evitando o frizz e a queda. Ou seja, o tecido ainda colabora com a beleza!

Contudo, vale lembrar que esse é um tipo de tecido que desliza com facilidade, assim como amassa.

Se você está cogitando sair em busca de novas roupas de cama para dormir no calor e pensou na lã, é melhor deixá-la para o inverno e outros momentos mais frios. 

Apesar de ter certa leveza, esse é um tipo de fio muito forte e durável, sendo especialmente utilizado nas mantas, marcando presença também na confecção de colchas e cobertores. 

No verão, você pode utilizá-la mais como um item de decoração e retirar na hora de dormir, já que é possível fazer diversas composições com ela.

Imagem de mantas de lã empilhadas uma sob a outra.
As lãs são mais recomendadas para decoração ou para períodos frios.

Linho

Entre os tipos de lençol, há o de linho. Assim como o algodão, além de ser um dos tecidos mais antigos da história, ele é um dos mais requisitados. Extremamente sofisticado, é responsável pela produção de peças elegantes e com um toque apaixonante. 

Entre as características principais, está a sensação de frescor e a fácil absorção de umidade, o que faz com que boas noites de sono refrescantes sejam garantidas.

Além disso, outro ponto forte dessa opção é o quesito resistência. O tempo só faz bem para ele, tornando-o mais resistente e belo.

Liocel

Já se você se preocupa com a questão sustentável, essa é a sugestão de tecido ideal! Extraído da celulose da polpa da madeira, principalmente o eucalipto, o liocel tem uma característica interessante: é obtido por meio dessa árvore plantada em florestas autossustentáveis, colaborando com o meio ambiente.

Na confecção de roupas de cama, ele proporciona peças levinhas, de bom caimento, brilhantes e confortáveis.

Ele também conta com uma boa absorção da umidade, sendo bem popular em regiões úmidas. Mas pode fazer parte do quarto de qualquer pessoa que deseje bem-estar.

Microfibra

Já a microfibra tem textura fina e, geralmente, é constituída por poliéster, nylon ou acrílico, ou seja, materiais sintéticos. Por ter boa capacidade de isolamento térmico, é recomendada para os dias em que você deseja se proteger do frio.

Rápido na secagem, esse material também é bem comum entre as pessoas que possuem alergias. Durável, tem um toque suave e macio.

Imagem de um lençol de microfibra.
A microfibra é um bom isolamento térmico.

Seda

Por fim, a famosa seda! Esse é outro tecido que pode ser dito como um dos favoritos da indústria têxtil.

Presente desde as cortinas até as roupas de cama, ele é obtido por meio do bicho-da-seda. Essa fibra se adapta bem à temperatura do ambiente em que é inserida, ou seja, ela fica quente no inverno e fresca no verão, sendo uma peça coringa!

No entanto, na hora da manutenção, ela exige mais cuidado. É importante se atentar às instruções de lavagem do fabricante. Porém, se puder lavar à mão, melhor ainda. Ela ficará preservada por mais tempo.

Imagem de uma cama arrumada com lençol de seda.
A seda é um dos tecidos mais famosos e elegantes da indústria têxtil.

Agora que você já conhece os principais nomes de tecidos, definir qual o melhor tecido de lençol vai depender única e exclusivamente do seu objetivo e, é claro, da estação do ano em que você pretende utilizá-lo.

No verão, aposte naqueles que possuem como base o algodão, percal puro ou seda. Deixe tecidos mais pesados, como a lã, para o outono e o inverno.

Se você gostou deste texto e deseja receber mais dicas sobre sono, casa, decoração e muito mais, preencha o formulário abaixo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Deprecated: Directive 'track_errors' is deprecated in Unknown on line 0